MORANGOS DE SÃO PEDRO VELHO

São stawberrys, fresas, fraises, erdbeeren, fragolas, aardbei em seis das muitas línguas europeias, mas por cá são apenas morangos. Estamos no auge da sua época, embora hoje já se encontrem morangos durante muitos meses no ano, mesmo portugueses, produzidos em estufas com tecnologias  modernas. Mas as coisas simples para serem saborosas, devem ser apreciadas na sua época, respeitando a sazonalidade dos produtos. Por isso é durante Abril, Maio e entrando por Junho dentro, que os morangos são melhores. Falando em melhores, certamente não são aqueles morangos enormes, por vezes mesmo descomunais que se vêm nas grandes superfícies, quase não têm aroma, ocos por dentro, na boca desfazem-se em água, sem paladar e completamente decepcionantes. Não, morangos são um fruto delicado, natural, de pequena dimensão, que exalam aquele aroma tão característico, adocicado, suave, aveludado. E que na boca são suculentos, carnudos, de paladar envolvente e não precisam de nenhum aditivo ou acompanhamento para nos darem grande prazer: apenas lavados com água corrente, ligeiramente escorridos e directamente para a boca. Assim são os morangos de S. Pedro Velho, uma pequena localidade do concelho de Mirandela, que se comem de olhos fechados.

Para mim são os melhores morangos do mundo… E se calhar são mesmo!

IMG_5838.jpeg